Áreas de Especialização:
Literatura Latina Clássica
Cultura Clássica
Didáctica das Línguas Clássicas
Recepção dos Autores Clássicos na Lit. Portuguesa

Serviço docente (2017/2018)
Problemática dos Estudos Clássicos
Recepção dos Autores Clássicos na Literatura Portuguesa
Literatura Latina IV
Seminário de doutoramento


Formação académica:
L. Filologia Clássica | U. Lisboa (1976)
M. Literatura Latina | U Lisboa (1985)
D. Literatura Latina | U. Lisboa (1993)
A. Estudos Clássicos | U. Lisboa (2003)

Contactos:
E-mail: mpimentel1@campus.ul.pt
Página Web: https://lisboa.academia.edu/CristinaPimentel

Morada institucional:
Departamento de Estudos Clássicos
Faculdade de Letras | Universidade de Lisboa
Alameda da Universidade
1600-214 Lisboa

Percurso Profissional:
Assistente Convidada | U. Lisboa (1980)
Assistente | U. Lisboa (1986)
Professora Auxiliar | U. Lisboa (1993)
Professora Associada | U. Lisboa (1998)
Professora Catedrática | U. Lisboa (2005)

Funções Académicas
Directora da Área de Literaturas, Artes e Culturas da FLUL (2015- )
Membro do Conselho Científico da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2013- ) 
Directora da Revista Euphrosyne (2011- )

 

Principais publicações (selecção):
(coord. c/ Paula Morão) A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura I (2012); II (2014); III (2017). Lisboa, Campo da Comunicação.
"Ex mensa exitium: morte e ignomínia nos alimentos ou na privação deles" in J. Pinheiro - C. Soares (coords.), Patrimónios alimentares de aquém e além-mar. Coimbra, 2016, pp. 543-555.
"Leena y Epícaris: dos ejemplos de valor femenino" in C. Macías Villalobos, J. Mª. Maestre Maestre y J. F. Martos Montiel (eds.), Europa Renascens. La cultura en Andalucía y su proyección europea. Zaragoza, Federación Andaluza de Estudios Clásicos, Instituto de Estudios Humanísticos, Libros Pórtico, 2015, pp. 883-900.
“Marcial: métrica, encómio e propaganda” in Salvador López Quero, José María Maestre Maestre (eds.), Studia Angelo Urbano Dicata. Alcañiz – Madrid, Instituto de Estudios Humanísticos – Federación Andaluza de Estudios Clásicos, 2015, pp. 553-570.
"Trepidae Res: Temor e perturbação na obra de Tácito", in Ana Gabriela Macedo et alii (eds.), Conflito e Trauma. Braga, Edições Húmus, 2015, pp. 325-338.
"Representations of Alexandria in Classical Latin Literature", in Rogério Sousa et alii, Alexandrea ad Aegyptum. The legacy of multiculturalism in Antiquity. Porto-Coimbra- Alexandria, Edições Afrontamento, 2013, pp. 48-61.
(coord. c/ Paulo F. Alberto), Vir bonus peritissimus aeque. Estudos de homenagem a Arnaldo do Espírito Santo. Lisboa, Centro de Estudos Clássicos, 2013.
‘Aliquando sexum egressa (Tac. Ann. 16.10): quando a mulher transcende a fraqueza do seu sexo’, Mulheres: Feminino, Plural, Funchal, 2013, 15-36.
(coord. c/ J. L. Brandão, P. Fedeli) O Poeta e a Cidade no Mundo Romano, Coimbra - Lisboa, 2012. 
(coord.) Hero e Leandro. Leituras de um Mito, Lisboa, 2012.
(ed. crítica c/ A. Espírito Santo et aliiPadre António VieiraSermões, tomos I-II, Lisboa, 2008, 2010.
(c/ A. Espírito Santo, J. Beato, D. Lucas Dias), Santo Agostinho, Trindade. Paulinas Ed., 2007
(trad. e notas c/ A. A. Nascimento, P. F. Alberto, J. A. Segurado e Campos) Propércio. Elegias, Assis – Lisboa, 2002. 
(c/ A. Espírito Santo, J. Beato) Santo Agostinho. Confissões, Lisboa, 2000 (1ª edição bilingue); 2004 (2ª edição bilingue); 2001 (tradução).
(Intr. e notas) Marcial. Epigramas, 4 vols. Tradução de D. F Leão, J. L. Brandão e P. S. Ferreira, Lisboa, 2000-2004.
Séneca, Mem Martins, 2000.
Maestitia et desiderium: Martial et le souvenir d’un ami, Camonius Rufus’, Las literaturas griega y latina en su contexto cultural y lingüístico, 1995, 135-149. 
'Quo uerget furor?' Aspectos estóicos na Phaedra de Séneca, Lisboa, 1993.